Extraordinário (Resenha)

extraordinario-intrinseca-capaExtraordinário já se define pelo título, na minha opinião: um dos melhores livros que tenho na minha coleção. Conta uma história simples de um menino de 10 anos chamado August Pullman que tem uma doença rara de deformidade facial, mesmo com várias cirurgias o rosto dele ainda não era “agradável ao olhar”. August nunca tinha frequentado uma escola, até então.

Com o passar do tempo com seus colegas, August faz com que reflitamos sobre como tratamos as pessoas, a importância de enfrentarmos nossos problemas, a importância da amizade, e que as vezes temos tanto medo das mudanças, mas não percebemos o quanto elas podem deixar nossa vida melhor.

A diferença desse livro é que não é só o protagonista que nos ensina algo, mas todos que convivem com ele. Além de que, alguns livros fazem você se sentir culpado pelos erros que está cometendo, mas esse não, ele te dá o ânimo que você precisa para repensar as suas atitudes e mudar sua conduta.

A única coisa que não me agradou, foi essa história ter apenas 316 páginas, mas em compensação, todas elas te fazem querer ser Extraordinário.

Resenha de Lara Lis

 

Ficha Técnica

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: