Nós Vamos Invadir Sua Praia – Ultraje a Rigor (Resenha)

Livro Nos-Vamos-Invadir-Sua-Praia
Livro Nos-Vamos-Invadir-Sua-Praia

Há duas décadas, quem dissesse que seria interessante o lançamento de um livro contando a história de uma banda de rock brasuca, como Legião, Paralamas e Capital, seria taxado pelos editores e até mesmo pelas próprias bandas de louco ou sem noção, para usar um termo em voga nos dias de hoje.

Mas veja que interessante: descobriram o filão e agora e estão explorando ao máximo. Já escreveram sobre Cazuza, Renato Russo e agora a bola da vez é o Ultraje a Rigor, banda que fez grande sucesso nos anos 1980 e ajudou a definir a cara do Rock Brasil na década.

O grupo foi responsável por nada menos que o disco que carimbou de vez o rock no gosto nacional. ‘Nós Vamos Invadir Sua Praia’ (1985) foi, sem dúvida, um divisor de águas. Foi também um tremendo sucesso: nove das onze faixas tocaram em rádio (numa época em que isso ainda significava algo).

Pelas mãos da jornalista Andréa Ascenção, a trajetória da banda tão emblemática ao rock nacional é traçada da melhor maneira: com descontração e seriedade. Não é um livro qualquer. É uma obra bem-feita, que soube retratar adequadamente o quarteto, que tem como uma de suas marcas o bom humor tratado com inteligência – não é à toa que suas canções continuam com um frescor impressionante.

Lançado pela editora Belas-Letras, o livro traz depoimentos dos principais personagens da história do Ultraje a Rigor. A leitura traz aquela sensação boa que temos quando cantamos as canções. Por sinal, biografia de músicos/bandas boa é aquela que nos faz ter vontade de ouvir os discos que estão sendo tratados. O que transforma a experiência da leitura uma viagem diferente e agradável, transportando o leitor com mais de trinta aos shows e festas daquela época, onde as músicas dos caras eram tocadas e dançadas à exaustão.

Andréa Ascenção colocou as informações em perspectivas que funcionaram bem. Dão uma idéia mais geral do que aquilo que estamos acostumados a ler por aí (e também de coisas que não lemos por aí). Parece que dá para ouvir Roger Rocha Moreira, ou qualquer um dos integrantes e ex-integrantes.

O guitarrista Carlinhos (Carlo Bartolini) conta a versão sobre sua saída da banda, durante as gravações de ‘Sexo!’ (1987): “[Estávamos] Com um repertório muito mais fraco do que o primeiro disco, arranjos péssimos e o astral entre nós, horrível, devido à divisão do Ultraje em dois blocos, o Roger e o Leôspa [baterista], o Maurício [baixista e vocalista] e eu. A produção não soube lidar com a situação e cometeu inúmeros erros, que levaram à gota final: a saída do Maurício era apenas uma questão de tempo [foi consumada em 1990]”.

Após a saída do guitarrista, o inicio dos anos 1990 foi difícil para a banda, como se percebe nos discos posteriores a Sexo! São trechos assim que prendem o leitor de uma página à outra da biografia. Indicado para quem gosta de Rock e de biografias musicais. Vale a leitura.

Ficha Técnica:

Ultraje a Rigor – Nós vamos invadir sua praia
Autora: Andréa Ascenção
Editora: Belas Letras
Páginas: 352
Preço sugerido: R$ 49,90

Anúncios

2 comentários em “Nós Vamos Invadir Sua Praia – Ultraje a Rigor (Resenha)

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: